Prefeitura de Jordão e SEPA capacitam produtores locais para a criação de abelhas

Prefeitura de Jordão e SEPA capacitam produtores do município para a criação de abelhas sem ferrão.


A Prefeitura de Jordão e o Governo do Estado através da Secretaria Estadual de Produção e Agronegócio (Sepa) concluíram a capacitação dos produtores jordãoenses para a criação de abelhas sem ferrão.

O prefeito Naudo Ribeiro participou do encerramento do curso e disse que o objetivo é fortalecer a economia de Jordão e gerar renda com o investimento na área da Meliponicultura. O secretário municipal de Agricultura e Sustentabilidade, Doda Melo e o gerente da SEPA de Jordão, Assis Jorge, acompanharam o término do curso.


Os participantes do curso ofertado em parceria do Estado e Prefeitura, puderam conhecer a diversidade de abelhas sem ferrão além de aprender como iniciar a criação, como é a biologia e o manejo dessas abelhas. Os produtores receberam gratuitamente colmeias para iniciar sua criação.


Ao longo do ano, o prefeito Naudo Ribeiro e o secretário de Agricultura e Sustentabilidade do município, Doda Melo, tem buscado desenvolver a cadeia produtiva do município e o investimento em qualificação dos produtores e agricultores na criação de abelhas e a distribuição das colmeias fecha o ano de 2021 com chave de ouro.

”Durante todo o ano buscamos desenvolver ações que contribuíram para o fortalecimento da cadeia produtiva. Realizamos a abertura dos ramais, demos assistência técnicas e estamos agora concluindo o ano com esse curso. É uma cultura em crescimento no nosso estado e buscamos inserir o município de Jordão nesse capa da criação de abelhas sem ferrão. É uma forma de gerar renda e melhorar a economia” , disse o prefeito.

Vale destacar que a criação de abelhas sem ferrão no Acre é uma cultura em expansão, sendo que o município de Marechal Thaumaturgo é o maior produtor.


A Meliponicultura – criação racional de abelhas sem ferrão – não faz pressão sobre a floresta, não exige desmatamento, ao contrário, precisa da mata preservada, não demanda despesas com manejo e tem mercado garantido, cada vez mais promissor.



0 comentário