Secretária de Educação visita TODAS as escolas indígenas do município

Atualizado: 17 de fev.

A Prefeitura de Jordão através da Secretaria Municipal de Educação, visitou as escolas indígenas do alto Rio Jordão, com o objetivo de participar da conclusão do ano letivo de 2021, além de planejar a retomada das aulas deste ano (2022).

A agenda foi liderada pela secretária de educação, Meire Sérgio, acompanhada do vice-prefeito Fernando Siã e da presidente do Conselho Municipal de Educação, Ronalda Saraiva. A agenda ocorreu na comunidade Huni Kui.


A secretária de educação, visitou 31 escolas indígenas no município, dialogou com as lideranças a respeito da contratação dos professores do ensino infantil, bem como a contratação das merendeiras indígenas, que serão feitas através de uma empresa terceirizada. Meire Sérgio e Fernando Siã trataram com os indígenas a respeito da aquisição da merenda regionalizada. Contudo, é preciso que os fornecedores estejam com a documentação regularizada.


“Visitamos cada escola, falamos com as lideranças indignas. Nosso objetivo é unificar as forças e fazer um projeto de melhoria junto com as comunidades indígenas de infraestrutura e apoio pedagógico nas escolas. Também quero agradecer ao prefeito Naudo pela confiança em nosso trabalho e por atender os anseios da população indígena”, destaca a secretária Meire Sérgio.

O vice-prefeito Fernando Siã destacou que essa agenda é de suma importância para a construção de uma política que agregue Educação e desenvolvimento nas comunidades indígenas.

”Nossa gestão tem feito um trabalho de aproximar cada vez mais os povos indígenas das políticas públicas. E eu, na qualidade de indígena, vou trabalhar cada vez mais para fortalecer os movimentos do povo Huni Kui”, enfatiza o vice-prefeito indígena Fernando Siã.

Para a presidente do CME, Ronalda Saraiva, a visita tem como foco averiguar de perto as necessidades educacionais das comunidades e contribuir na elaboração de projetos e destacou "A gestão do prefeito Naudo Ribeiro tem sido presente nas comunidades indígenas, tanto na educação, como nas políticas de assistência social e esportivas. Está de parabéns e nós do CME continuaremos contribuindo e fiscalizando" pontou.


0 comentário